Corujão da Poesia pousa na noite de Ipanema

Com o fechamento da Livraria Saraiva no Leblon, o Corujão da Poesia-Universo da Leitura, única vigília semanal de poesia, música e leitura do continente americano, pousa no Barzin, na Rua Vinicius de Moraes, em Ipanema, todas às terças-feiras, com entrada franca, microfone aberto aberto para artistas e libertação dos livros.
O projeto que comemora 10 anos de existência em novembro de 2015, inicia suas atividades no Barzin, no dia primeiro de dezembro, das 20h30m à uma hora da madrugada.

Relembrando, momento histórico no SARAU

RELEMBRANDO…….
Jorge Ben Jor, CAETANO VELOSO, JORGE VERILLO, Manoel Herculano,João Do CorujãoGlad Azevedo, Flora, Luciano e JOTA VELLOSO em momento histórico no SARAU do CorujaodaPoesia Universo da Leitura. Vale conferir!

Emicida e Vanessa da Matta

Emicida e Vanessa da Matta: um vídeo que nos revela o poder transformador da leitura.

Por que SARAUS de POESIA?

A busca do significado e crescimento pessoal é um impulso implantado em todo ser humano, esteja ele consciente disso ou não. Aquele que não está, ou que só o sinta de vez em quando, pode ficar chocado quando em contato com esse impulso através de algum evento incomum…” OLGA KHARITIDI (Psiquiatra russa). É por esta e outras razões que realizamos SARAUS DE POESIA!!!

Mãos dadas – Carlos Drummond de Andrade, Jorge Ben Jor, Erika Janusa e João Luiz de Souza – o João do Corujão

Nas fotos: Jorge Ben Jor, Erika Janusa e João Luiz de Souza – o João do Corujão

DSC01135DSC01136

E o poema de hoje é:

Mão Dadas ( Sentimento do Mundo), de Carlos Drummond de Andrade.

Não serei o poeta de um mundo caduco.
Também não cantarei o mundo futuro.
Estou preso à vida e olho meus companheiros.
Estão taciturnos mas nutrem grandes esperanças.
Entre eles, considero a enorme realidade.
O presente é tão grande, não nos afastemos.
Não nos afastemos muito, vamos de mãos dadas.

Não serei o cantor de uma mulher, de uma história,
não direi os suspiros ao anoitecer, a paisagem vista da janela,
não distribuirei entorpecentes ou cartas de suicida,
não fugirei para as ilhas nem serei raptado por serafins.
O tempo é a minha matéria, do tempo presente, os homens presentes,
a vida presente.

Diversos Afins apresenta sua 102ª edição

Screen Shot 2015-07-19 at 16.42.09

Prezados parceiros do Corujão da Poesia-Universo da Leitura,

Após completar 9 anos de estrada, a Diversos Afins apresenta sua 102ª edição. Entre os destaques de agora, estão:

– uma exposição com as fotografias de Ana Pérola Pacheco

– as narrativas de Rodrigo Melo, João Bosco e Priscila Lira

– a entrevista de Sérgio Tavares com a escritora Nara Vidal

– janelas poéticas com Susanna Busato, Ricardo Paião, Carla Diacov, Matheus José Mineiro, Camila Charry Noriega e Michelle Mendonça

– o mais novo disco do cantor e compositor Mário Montaut pelas escutas de Graccho Braz Peixoto

– três importantes obras de Franz Kafka, Pascal Bruckner e Augusto Monterroso são tema das leituras de Anderson Fonseca

– Larissa Mendes resenha o filme húngaro Deus Branco

Mais em:

www.diversosafins.com.br

Saudações culturais,

Fabrício Brandão & Leila Andrade – LEVEIROS

ISSN 2317-6865

twitter: @diversosafins

facebook: facebook.com/diversosafins

Momentos Históricos do Corujão da Poesia-Universo da Leitura